Sinopsis

Documentário dividido em 17 “movimentos” que nos revela, através de testemunhos e de música, uma homenagem à vida e obra do músico Carlos Paredes.

Edgar Pêra conjuga a recolha de vários testemunhos com imagens de arquivo e utiliza a própria “narração” do guitarrista – a partir de outras entrevistas e da gravação de um concerto em 1984 na cidade do Porto – para construir e expor visualmente o talento, a simplicidade e o virtuosismo que definiram todo o trajecto pessoal e musical de Carlos Paredes.

Com a obra Movimentos Perpétuos, Edgar Pêra recebeu os prémios para Melhor Longa-Metragem, Melhor Fotografia para Longa-Metragem Portuguesa e Prémio do Público, no Festival Indie Lisboa de 2006.

Local

Cidade das Artes, Rio de Janeiro

Entrada Livre!

Documentário musical, cor

Realização:     Edgar Pêra (1960)
Produção:       Corda Seca
Estreia:           4 Maio 2006
Argumento:     Edgar Pêra
Música:           Carlos Paredes, Fernando Alvim
Duração:         70 minutos